Porteiro dos sonhos.

In Arte e Estética, Bem Viver, Crônica by ancuri

Não renunciar a sí é não sobreviver aos próprios deuses, ou ao próprio deus. Quem a eles, ou a ele sobrevive torna-se carcaça, esvazia-se de sentido, subjuga-se ao comer de cada dia e às dores do caminhar errante. Vaga sem alma e sem destino e não tem onde pousar. Então resiste em teu sonho, pois nele te falam os deuses, ou o teu deus.