Tonha

In Bem Viver, Crônica, Uncategorized by ancuri

Sempre no fogão a lenha. Ela o dia inteiro de fogo aceso. Imagem simples de mulher que se fez da terra, se criou na roça. No registro, Dona Antonieta Delmiro, mas no coração da gente, Tonha. Mulher do Tadeus; mãe de Ciça, Nena, Branca e Cicélia. Contadora de prosa e ouvido afinado pros desabafos. Da sua casa não se sai com fome, nem se reclama da comida sempre boa e gabada. Porco, cachorro, passarinho, pato, galinha, netos, sobrinhos e agregados. É longa a fila dos cuidados no seu dia corrido. Eu por lá, ainda arruma tempo prumas arengas e risadas.